Cultura

O poder transformador da cultura

Na inicialização de ações para a implementação da Agenda 2030 e a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a Ibero-América não pode esquecer a ampla dimensão da cultura e seu poder transformador do sistema econômico, social e ambiental.

Ao redor desta ideia giraram os assuntos tratados durante a XIX Conferência Ibero-americana de Ministros e Ministras de Cultura, celebrada na cidade de La Antigua Guatemala. O encontro, realizado no marco da preparação da XXVI Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo, representou um espaço privilegiado de diálogo e concertação entre as autoridades de cultura dos países membros da Conferência Ibero-americana para tratar assuntos multilaterais em matéria cultural, impulsionando a promoção de ações conjuntas para gerar posições comuns perante os desafios da atualidade. Ainda assim, foram abordados temas de interesse como a importância da cultura no marco dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ou o direito à cultura e à participação cidadã inclusiva e intercultural.

Representantes dos vinte e dois países ibero-americanos estiveram de acordo na necessidade de fortalecer e visibilizar o espaço cultural, considerando de vital importância a atuação das administrações públicas no momento de sensibilizar sobre a cultura como eixo transversal para alcançar as 17 metas que conformam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com o fim de conseguir uma “Ibero-América próspera, inclusiva e sustentável”.

Desde a SEGIB foi feito ênfase em que nossa região foi pioneira no momento de compreender e visibilizar o aporte da cultura ao desenvolvimento sustentável, uma convicção que se reflete de forma clara na Carta Cultural Ibero-americana, texto cardinal deste espaço. Ao longo das décadas, o Espaço Cultural Ibero-americano projetou importantes instrumentos e ferramentas que hoje podem ser colocadas ao serviço da implementação da Agenda 2030, começando pela própria Cooperação Ibero-americana, onde a cultura sempre teve um peso preponderante.

A XIX Conferência Ibero-americana de Ministros e Ministras de Cultura foi realizado sob a coordenação do Ministério de Cultura e Esporte da Guatemala, com o apoio da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), e a Secretaria-Geral Ibero-americana (SEGIB), tudo isso com o respaldo técnico do Ministério de Relações Exteriores da República da Guatemala.

 

Consulte todos os documentos da reunião:
Declaração da XIX Conferência Ibero-americana de Ministros(as) de Cultura
Consenso de La Antigua Guatemala, rumo a uma Agenda de Acesso Democrático ao Livro, à Leitura e à Escritura
Agenda para Reforçar o Acesso Democrático ao Livro, à Leitura e à Escritura (Documento SEGIB – CERLALC)

categorías:

Agênda 2030 Atualidade Bibliotecas Cooperação Ibero-Americana Cultura Cúpulas Ibero-Americanas Literatura ODS Organismos Iberoamericanos Programas, Iniciativas e Projetos Adscritos

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información