Tribuna

As grandes oportunidades de investimento e emprego que a sustentabilidade representa

Nos últimos 50 anos perdemos 60% da biodiversidade, quase dois terços  do gelo  do Ártico, a metade dos bosques tropicais e um terço de terra arável.

No entanto, estima-se que para o 2030 consumiremos 30% a mais de água, 40% a mais de energia e 50% a mais de comida. As contas não saem. Necessitamos repensar o modelo de produção e consumo.

Sendo realistas, isto representa uma grande oportunidade. Segundo as Nações Unidas, para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são requeridos entre 5 e 7 bilhões de dólares anuais. Para a Corporação Financeira Internacional (IFC), uma entidade  do Grupo Banco Mundial, o investimento de impacto social e ambiental representará um mercado de 26 bilhões de dólares

As contas não saem. Necessitamos repensar o modelo de produção e consumo

 

Nova infraestrutura

O investimento em infraestrutura eficiente e sustentável é um dos desafios mais urgentes para reduzir as emissões globais. Estima-se que onze países ibero-americanos estão entre os mais atraentes para investimento em renováveis.

Além disso, serão requeridos modelos inovadores para abastecer zonas desatendidas, conseguir uma distribuição mais eficiente, fazer frente ao estresse hídrico e limitar a extração de combustíveis fósseis e o desmatamento.

Estas tecnologias representam uma grande oportunidade de industrialização e emprego nas economias ibero-americanas, focadas em setores primários de extração de recursos e serviços.

Especialmente na Ibero-América se apresenta uma grande oportunidade na recuperação da biodiversidade, a agricultura climaticamente inteligente e o manejo sustentável de bosques e oceanos.

Estima-se que a exploração sustentável de produtos florestais não madeireiros pode aportar até 3.638 milhões de dólares às economias regionais, segundo dados de 2017 da Organização das Nações Unidas para a Alimentação (FAO), isto sem valorizar os serviços ecossistêmicos.

A oportunidade se encontra naqueles modelos que valorizem o capital natural, cujo desafio estará na adoção de um enfoque sistémico, onde o capital técnico, financeiro e humano trabalhe rumo a este mesmo objetivo.

 

Milhões de empregos

Segundo a Organização Internacional  do Trabalho (2018), a transição rumo à economia circular gerará 10 milhões de novos empregos na América Latina.

Neste sentido, cobrarão especial relevância o projeto produtivo baseado na biomimética, limitando a extração de matérias primas e reutilizando os recursos no próprio sistema. Segundo o Foro Econômico Mundial (2013), esta economia poderia reduzir entre 10% e 15% as emissões globais e gerar uma oportunidade de 4,5 bilhões de dólares.

Sem dúvida, nos encontramos perante um número infinito de oportunidades. Todas alcançáveis com os recursos técnicos, científicos e financeiros existentes. A única coisa que nos falta é vontade. Vontade de mudança e de maior colaboração Inter setorial.

Los argumentos expuestos en esta tribuna responden en exclusiva al punto de vista del autor, que es responsable de las opiniones manifestadas, y no reflejan en ningún caso la postura de la SEGIB

categorías:

Agricultura Cambio Climático Diversidade Economia Empleo Infraestructuras Tribuna


Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información
Recibe una alerta cuando esté disponible un nuevo especial temático sobre la cooperación en Iberoamérica en nuestro portal somosiberoamerica.org
* campo requerido
Idioma

Secretaría General Iberoamericana usará la información que nos proporciones en este formulario para estar enviarte actualizaciones del portal Somos Iberoamérica e información relacionada.

Puedes darte de baja en cualquier momento haciendo click en el enlace del pie de nuestros emails.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.