Tribuna

Ibero-América, em um momento decisivo para alcançar um desenvolvimento sustentável

Estamos vivendo um momento decisivo na história: chegou a hora de dar passos concretos rumo a uma mudança de modelo econômico e de paradigma para alcançar um desenvolvimento que inclua todas e todos e que regenere o meio natural.

Nas últimas décadas, o sistema com o que produzimos e consumimos nos levou a superar vários dos limites dos ecossistemas. Vivemos por cima das possibilidades que o planeta pode suportar, gerando além disso desigualdade para grande parte da população do mundo.

Isto teve consequências tão palpáveis como a mudança climática e a perda de biodiversidade, o que aumentou nossa vulnerabilidade ao ter efeitos diretos em nossos recursos básicos e em nossa saúde.

A comunidade ibero-americana é chave a nível mundial para alcançar um desenvolvimento sustentável e ser exemplo de sustentabilidade

 

A situação da Ibero-América

O Relatório sobre Mudança Climática e Desenvolvimento Sustentável, que foi apresentado na última Cúpula Ibero-americana em La Antigua (Guatemala) e é o primeiro resultado do recém criado Observatório de Desenvolvimento Sustentável e Mudança Climática de La Rábida (Huelva), lança cifras claras sobre a situação da região.

Segundo este relatório, 47% das emissões de CO2 procedem da agricultura e da mudança no uso do solo e dos bosques. Este dado nos faz repensar, entre outras questões, as transformações que devemos promover em nosso modelo alimentar para diminuir o desperdício de comida e reduzir o consumo de proteína animal.

Por outra parte, 36% das emissões na Ibero-América provém do transporte, praticamente quase tudo da circulação por estrada, o que nos convida a inovar com urgência para alcançar uma maior sustentabilidade no setor.

Vários países ibero-americanos como Costa Rica, Portugal e Uruguai são líderes mundiais em energias renováveis e, ao mesmo tempo, são claros exemplos das oportunidades de investimento e emprego que a transição energética oferece.

Do mesmo modo, uma adequada economia circular poderia melhorar significativamente a gestão dos resíduos, que são responsáveis por 7,4% das emissões de CO2 na Ibero-América.

Atualmente, menos da metade do lixo de todo tipo se maneja de um modo adequado em nossa região, motivo pelo qual uma mudança neste setor rumo a um modelo mais circular no qual se incentive a baixa geração de resíduos poderia criar oportunidades de emprego.

 

Rumo a um mundo mais sustentável

O relatório também destaca a importância da Agenda 2030 das Nações Unidas para afiançar uma mudança de paradigma rumo a um desenvolvimento mais sustentável na comunidade ibero-americana.

Mais além de seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a importância desta agenda reside em sua proposta de trabalho coordenado e integrado entre diferentes atores e setores, com um horizonte temporal e uma linguagem comum para todo tipo de instituições, níveis de governo e partidos políticos.

Neste contexto, reitera-se o papel fundamental que os ecossistemas marinhos e terrestres têm, assim como a luta contra a mudança climática, para manter um modelo social e econômico que necessita em todo momento da natureza para se desenvolver de maneira justa e sustentável.

O Observatório La Rábida de Desenvolvimento Sustentável e Mudança climática para a Ibero-América trabalha ativamente em gerar as alianças necessárias entre atores e setores para aplicar a Agenda 2030 na Ibero-América.

Tal e como reflete o relatório apresentado na Cúpula de La Antigua, a comunidade ibero-americana é chave a nível mundial para alcançar um desenvolvimento sustentável e ser exemplo de sustentabilidade.

E isso não só pela riqueza de sua natureza, senão também pelo potencial humano e de inovação de sua sociedade, capaz de liderar essa transformação no mundo.

Los argumentos expuestos en esta tribuna responden en exclusiva al punto de vista del autor, que es responsable de las opiniones manifestadas, y no reflejan en ningún caso la postura de la SEGIB

categorías:

Agênda 2030 Cambio Climático Energía Investigación ODS Políticas Públicas Tema destacado Tribuna

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información