Gênero

Dados sobre leis discriminatórias que afetam o empoderamento econômico da mulher na Ibero-América

Segundo dados extraídos da Análise de legislação discriminatória na América Latina e o Caribe em matéria de autonomia e empoderamento econômico das mulheres da SEGIB e da ONU Mulheres, ainda faltam mais de 100 anos para alcançar a igualdade real entre homens e mulheres no mundo. Caso se consiga essa igualdade agora, o PIB mundial para 2025 aumentará 26%.

Ainda assim, a participação laboral na América Latina continua sendo minoritária para as mulheres, com 53% frente a 78% para os homens, gerando uma brecha salarial de 17% entre ambos.

Algumas áreas de melhora para o empoderamento econômico da mulher na América Latina e o Caribe

  • Emprego e empreendimento: existe uma média de 2 leis por país que impedem a igualdade de gênero neste aspecto
  • Licença de maternidade/paternidade: muitos países oferecem poucos dias de paternidade sem remuneração
  • Restrições legais a mulheres casadas: ao menos 2 países definem os homens como “chefes de família” outorgando-lhes o direito a decidir temas fundamentais para as mulheres
  • Trabalho doméstico: mais de 18 milhões de mulheres se dedicam a este trabalho, estando 78% delas na informalidade
  • Igualdade salarial: somente 3 países ibero-americanos contam com uma legislação ao respeito
  • Igualdade de ocupações: em 13 economias ibero-americanas as mulheres estão proibidas de realizar os mesmos trabalhos que os homens

categorías:

Desigualdade Direitos Economia Empleo Empreendedorismo Gênero Justiça


Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información
Recibe una alerta cuando esté disponible un nuevo especial temático sobre la cooperación en Iberoamérica en nuestro portal somosiberoamerica.org
* campo requerido
Idioma

Secretaría General Iberoamericana usará la información que nos proporciones en este formulario para estar enviarte actualizaciones del portal Somos Iberoamérica e información relacionada.

Puedes darte de baja en cualquier momento haciendo click en el enlace del pie de nuestros emails.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.