Cultura

A cultura ibero-americana em tempos de confinamento

O que sucede quando em meio de uma pandemia, a cidade se recolhe, as pessoas se recluem e resulta impossível aceder à cultura viva e local?

Aparece a resiliência própria de um setor, que através de visitas virtuais a museus de toda índole, festivais nas sacadas, funções de magia e teatro para crianças, cursos de capacitação online, músicos que se reúnem em redes sociais para cantar juntos, e centenas de iniciativas culturais oferecem contenção emocional, entretenimento e consciência.

Na Ibero-América, no entanto, os trabalhadores da cultura e seus projetos estão sendo afetados de forma severa perante a irrupção do COVID-19 após a suspensão dos espaços de aglomeração como primeira medida de isolamento impostas em quase todos os 22 países da região.

No México, em Portugal ou na Argentina, a cultura aporta entre 2% e 3% do Produto Interior Bruto (PIB,) segundo o “Estudo comparativo de cultura e desenvolvimento na Ibero-América” (2017), da Organização de Estados Ibero-americanos, ainda que existam importantes brechas a nível de consumo cultural e financiamento, que em alguns casos está por baixo de 1%, mínimo que sugere a Unesco.

Por isso, os programas ibero-americanos de cultura, do Espaço Cultural Ibero-americano da Secretaria-Geral Ibero-americana (SEGIB), adaptaram sua oferta e ajustaram sua planificação para poder continuar apoiando o desenvolvimento do setor cultural e seus artistas.

Os programas ibero-americanos de cultura adaptaram sua oferta e ajustaram sua planificação para poder continuar apoiando o desenvolvimento do setor cultural e seus artistas

 

O museu em casa

Os museus ibero-americanos implementaram projetos digitais por meio de percursos virtuais, cursos online, acesso livre a bibliotecas e acervos audiovisual e documental. Além de adaptar seus conteúdos para interagir com suas audiências.

Alguns exemplos são as iniciativas do Museu do Brinquedo na Argentina, que através de redes sociaisconvida os menores a buscar o patrimônio do Museu do Brinquedo em casa, ou a do Parque Explora de Colômbia e seus #Exploraentucasa ou #sihayvisitas, um especial digital de propostas interativas com conteúdo multimídia, de pesquisa, aprendizagem social e conhecimento científico.

Um banco de boas práticas de projetos destes e mais museus ibero-americanos apoiados pelo Ibermuseus, estão disponíveis na web deste programa. Além disso, coloca à disposição do público uma lista de museus ibero-americanos que podem ser visitados virtualmente.

 

2020, Ano Ibero-americano da Música

Outros programas de cooperação ibero-americana que tomaram medidas são Iberorquestras Juvenis, Ibermúsicas e Ibermemória Sonora e Audiovisual. Os três lideram conjuntamente a organização do Ano Ibero-americano da Música lançado para este 2020.

O Iberorquestras Juvenis, por videoconferência e com a presença ativa de todos os países participantes, aprovou a oferta do programa 2020, estabelecendo um fundo de reserva para 2021 no caso de que as consequências econômicas provocadas pelo Coronavírus perdurem.

“Para isso foram modificados e adiados alguns projetos comuns, criando um grupo de trabalho para explorar a possibilidade de fazer uma Orquestra Virtual Ibero-americana“, segundo informam em sua web.

O Ibermúsicas está desenvolvendo uma nova plataforma online, enquanto mantém aberto durante todo o mês de abril o “Concurso Ibero-americano 100 anos do nascimento de Chabuca Granda – Criação de Canção”.

“Enquanto a cultura do dinheiro cai, ressurge a importância do sentido e a transcendência que nos brinda a arte, no qual a música tem um lugar especial. Sairemos desta situação mais fortalecidos”, afirmam em um comunicado.

Por sua parte, o programa Ibermemória Sonora e Audiovisual produzirá e partilhará conteúdos através das redes sociais, com o objetivo de “fazer crescer as interações e comunicar de maneira simples a importância de preservação dos acervos sonoros e audiovisuais”.

 

Oferta cultural dos países ibero-americanos

Os países ibero-americanos desenvolveram plataformas em linha para que as pessoas acedam desde suas casas, de forma gratuita, a todo tipo de expressões artísticas e culturais como concertos, sons, filmes, livros, artes visuais e uma ampla oferta patrimonial e documental da região.

Este universo de opções está disponível na plataforma da SEGIB, Ibero-América frente ao COVID-19

categorías:

Cooperação Ibero-Americana COVID-19 Cultura Histórias Música


Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información
Recibe una alerta cuando esté disponible un nuevo especial temático sobre la cooperación en Iberoamérica en nuestro portal somosiberoamerica.org
* campo requerido
Idioma

Secretaría General Iberoamericana usará la información que nos proporciones en este formulario para estar enviarte actualizaciones del portal Somos Iberoamérica e información relacionada.

Puedes darte de baja en cualquier momento haciendo click en el enlace del pie de nuestros emails.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.