Cooperação Sul-Sul

Portugal acolhe o lançamento do Relatório da Cooperação Sul-Sul na Ibero-América 2018

Portugal e, em especial, o Instituto Camões, acolheram o passado 5 de junho o lançamento do Relatório da Cooperação Sul-Sul na Ibero-América 2018, no marco da jornada “Portugal e os desafios da cooperação ibero-americana até 2030”, sendo a primeira vez que se apresenta tal relatório no país luso.

A edição 2018 do relatório recolhe, sistematiza e analisa um total de 1.355 iniciativas de cooperação entre países ibero-americanos (mais de um milhar), e 300 entre a Ibero-América e outras regiões do mundo e reflete a consolidação da região como uma potência global neste tipo de colaboração que se produz entre países como iguais, para buscar soluções concretas aos desafios do desenvolvimento.

Como oferente, o México contabilizou o maior volume de projetos, seguido pela ArgentinaChile e Brasil. No entanto, como receptor, o  registrou o maior número de intercâmbios, por diante do México e da Colômbia. Por sua parte, Portugal destacou por sua participação cada vez maior em projetos de envergadura regional. Finalmente, a nível não ibero-americano, a Cooperação Sul-Sul também teve uma forte projeção em 2018, somando 1.100 iniciativas em 109 países não ibero-americanos, incluindo o Haiti.

O relatório destaca, por outra parte, que o conjunto das iniciativas contribui à consecução de, ao menos, um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, em especial Fome zeroSaúde e bem-estar, e Paz, justiça e instituições sólidas, já que a maioria da Cooperação Sul-Sul na Ibero-América se produz no âmbito da saúde, a agricultura e o fortalecimento institucional.

Na última década foram implementados mais de 7.000 projetos colaborativos, que sobressaem em temas sociais, saúde, indústria e produtividade, agricultura, governabilidade, qualidade das instituições e transparência, além de meio ambiente, ciência e tecnologia e inovação. Ainda, a futuro se espera da Cooperação Sul-Sul mais inovação e sofisticação técnica, maior alinhamento com os ODS, maior sistematização de dados e consolidação do “Sul global” com maior peso conjunto.

Além do relatório, foi apresentado também o livro comemorativo “Uma década de Cooperação Sul-Sul na Ibero-América” nascido para celebrar os 10 anos do Relatório da Cooperação Sul-Sul na Ibero-América que a SEGIB  publica anualmente, um relato único da história da Cooperação Sul-Sul e Triangular e oferece uma análise detalhada do rol que a Ibero-América desempenhou nesta história -particularmente durante a última década-, e da importância crescente da Cooperação Triangular, assim como dos desafios que devemos abordar em um cenário cada vez mais global para conseguir avançar no cumprimento da Agenda 2030.

categorías:

Agênda 2030 Atualidade Cooperação Sul-Sul Cooperação Triangular ODS Saúde


Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información
Recibe una alerta cuando esté disponible un nuevo especial temático sobre la cooperación en Iberoamérica en nuestro portal somosiberoamerica.org
* campo requerido
Idioma

Secretaría General Iberoamericana usará la información que nos proporciones en este formulario para estar enviarte actualizaciones del portal Somos Iberoamérica e información relacionada.

Puedes darte de baja en cualquier momento haciendo click en el enlace del pie de nuestros emails.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.