Gênero

Mulheres contra o silêncio

As mulheres da Ibero-América querem reescrever um futuro sem violências nem desigualdades de gênero.

Desde o Brasil e a Argentina, um grupo de mulheres criaram Ocupa Beauvoir, uma plataforma web para reduzir a brecha de gênero no mercado editorial e converter as ruas em uma biblioteca de autoras acessível a todos aqueles que tiverem um celular.

Mediante retratos de escritoras, a iniciativa convida a descobrir as obras de mulheres como Márianela Luna ou Maia Morosano. Em cada pôster aparece um código QR que permite que na tela do celular apareçam fragmentos de textos, áudios e outros conteúdos, incluindo o próprio pôster.

Com este projeto, o coletivo Ocupa Beauvoir tenta evidenciar a infrarrepresentação das mulheres no mundo das grandes editoras, onde, segundo denunciam, cerca de 70% dos livros publicados estão assinados por homens.

Este projeto convive com propostas a nível institucional que buscam que a América Latina e o Caribe deixe de ser a região mais perigosa do mundo para as mulheres.

À reivindicação dos movimentos sociais de ‘Nem uma a menos’ soma-se uma nova iniciativa da ONU e a União Europeia: Spotlight, que já funciona em outras regiões como a Ásia e a África, e que na região aterriza inicialmente em cinco países.

 

 

categorías:

Agênda 2030 Atualidade Cultura Desigualdade Direitos Gênero Histórias Inovação Cidadã Literatura ODS

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información