Atualidade

Turismo e desenvolvimento sustentável: boas práticas em 7 países da Ibero-América

O relatório "Turismo e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: boas práticas na América” destaca 14 boas práticas no continente americano

Em seu relatório “Turismo e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: boas práticas na América”, a Organização Mundial de Turismo (OMT) destaca sete casos de êxito desenvolvidos em países ibero-americanos.

As iniciativas, que surgiram de alianças entre os setores público e privado em 14 destinos diferentes do continente, foram escolhidas –segundo a organização– “por significar um aporte ao cumprimento dos objetivos que estão relacionados com o desenvolvimento do turismo na Agenda 2030”.

Destacamos três experiências do relatório por sua variedade e impacto social.

“O relatório Turismo e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: boas práticas na América”, destaca 14 boas práticas no continente americano

Colômbia: turismo em ex zonas de conflito

Centro Arqueológico y de Ecoturismo de El Carlos - Urabá Colombia

Centro Arqueológico y de Ecoturismo de El Carlos – Urabá Colombia

O Centro Arqueológico e de Ecoturismo de El Carlos, na zona de Urabá, Colômbia, é administrado por uma cooperativa formada por ex guerrilheiros, ex paramilitares e pessoas deslocadas.

Após a desmobilização das forças paramilitares na zona em 2005, começou um processo de reconciliação comunitária que impulsionou as comunidades a trabalharem juntas nas esferas do turismo, do artesanato, da pesca e das granjas de cacau.

O centro contou inicialmente com o apoio do Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Delito (ONUDD) e o Departamento de Prosperidade da Colômbia, organizações que propiciaram aos membros da comunidade alternativas às atividades econômicas ilegais.

Equador: desenvolvimento de comunidades indígenas

karanki-magdalena

Comunidad Karanki-Magdalena. ©Kleintours

O desenvolvimento do turismo comunitário na comunidade indígena Karanki Magdalena, no Equador, contribuiu positivamente ao crescimento econômico sustentável na região.

O programa contribuiu a criar emprego e infraestrutura e a preservar a cultura local e as atividades tradicionais.

O projeto foi impulsionado desde 2012 pelo operador de turismo equatoriano Go Galapagos – Kleintours , que promove o turismo indígena.

Através desta iniciativa, foram melhoradas as condições das habitações, foi aberto um centro médico e as 5.000 pessoas que integram a comunidade agora têm aceso a água potável de melhor qualidade.

Chile: rede de municípios chilenos

Carnaval con La Fuerza del Sol Arica

©SERNATUR – Arica – Carnaval con La Fuerza del Sol Arica

No Chile, um programa fomenta o desenvolvimento do turismo a nível local mediante a implementação de Planos de Gestão do Turismo Sustentável e a criação de uma rede municipal.

Através destas ferramentas foi alcançada uma melhor coordenação, além da aplicação adequada de políticas nacionais a nível municipal, em linha com os planos estratégicos do Serviço Nacional de Turismo do Chile (SERNATUR).

O programa compreende uma série de iniciativas que incluem a difusão de um selo de qualidade que reconhece os esforços das empresas locais no campo da sustentabilidade e propostas sobre turismo acessível e social, além da formação para recursos humanos.

categorías:

Atualidade Desenvolvimento Sustentabilidade Turismo

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información