Atualidade

“Em rede contra o COVID-19”, a web que brinda informação sanitária para a Ibero-América

Perante o enorme desafio sanitário que o mundo afronta, a transmissão do conhecimento clínico é de vital importância. Por isso, a Rede de Autoridades em Medicamentos da Ibero-América (EAMI), com o apoio da Secretaria-Geral Ibero-americana (SEGIB), inicializou uma plataforma online que contém informação valiosa para fazer frente ao Coronavírus na região.

Trata-se da web “Em rede contra o COVID-19”, lançada com o objetivo de brindar informação sobre temas como  tratamentos, ensaios clínicos de medicamentos, protocolos e guias técnicas para profissionais e gestores de saúde nos 22 países ibero-americanos.

A Rede EAMI é um instrumento de cooperação entre autoridades em medicamentos dos 22 países Ibero-americanos e pertence ao Registro de Redes Ibero-americanas da SEGIB. Sua experiência em salvaguardar as garantias dos cidadãos em matéria de eficácia, segurança e qualidade dos medicamentos resulta de vital importância no contexto atual.

Queremos apoiar a resposta médica da América Latina e contribuir a que seja a melhor possível para seus profissionais da saúde e seus cidadãos

Em rede contra o COVID-19” oferece um mapa interativo onde se atualizam as cifras de afetados por países, os números de atenção telefónica e inclusive quais são os hashtags utilizados em redes sociais para seguir a informação da pandemia.

A demanda de informação real e efetiva cobra especial protagonismo durante uma crise sanitária como esta, mas também urge combater o crescente número de notícias falsas que dificultam a gestão do Coronavírus a nível global. Por isso, a web oferece uma seção especial dedicada a desmontar mitos sobre o COVID-19 nos países da região.

Toda a informação da que se nutre a web provém da Rede EAMI, a qual é coordenada desde a Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários (AEMPS). 

“Desta forma, queremos apoiar a resposta médica da América Latina e contribuir a que seja a melhor possível para seus profissionais da saúde e seus cidadãos”, expressou María Jesús Lamas, diretora da AEMPS e integrante permanente do Secretariado da Rede EAMI.

A web oferece dados de contato para enviar informação atualizada e realizar consultas e sugestões. Ainda que cada país tenha suas particularidades, partilhar a experiência na gestão do Coronavírus é de suma importância para o conhecimento gerado na região.

A seção de ensaios clínicos, dentro da web, é um claro exemplo disto. Ali se explica claramente que “não há evidência atual que recomende nenhum tratamento ou vacina contra a enfermidade do COVID-19” e que “é fundamental compilar dados clínicos padronizados sobre pacientes”. Justamente, o objetivo dessa seção é “compilar os ensaios clínicos em curso ou planificados para colocá-los à disposição dos países ibero-americanos”.

A plataforma está alojada nas webs da SEGIB, www.segib.org/red-eami, e da Rede EAMI, www.redeami.net, e as atualizações são partilhadas pelas redes sociais através das contas de Twitter @SEGIBdigital e @RedEAMI.

A informação é pública, de fontes oficiais e está à disposição de qualquer pessoa que a necessitar.

 

 

categorías:

Atualidade Cooperação Ibero-Americana Cooperação Sul-Sul COVID-19 Saúde


Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información
Recibe una alerta cuando esté disponible un nuevo especial temático sobre la cooperación en Iberoamérica en nuestro portal somosiberoamerica.org
* campo requerido
Idioma

Secretaría General Iberoamericana usará la información que nos proporciones en este formulario para estar enviarte actualizaciones del portal Somos Iberoamérica e información relacionada.

Puedes darte de baja en cualquier momento haciendo click en el enlace del pie de nuestros emails.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.