NDA

México

A diversidade cultural, a maior riqueza da humanidade

O México é a sede da Conferência Mundial sobre Políticas Culturais Mondiacult 2022. A secretária de cultura, Alejandra Frausto explica a centralidade da cultura nas políticas públicas do seu país.

O projeto de nação encabeçado pelo presidente Andrés Manuel López Obrador colocou a cultura no centro da agenda desde o primeiro dia de seu governo e marcou um claro rumo para redistribuir a riqueza cultural com o fim de garantir as liberdades em todas as suas dimensões.  Neste projeto cultural, que ninguém fique para trás e ninguém fique de fora.

Para o México, a cultura é uma maneira fundamental de reconstruir o tecido social porque representa uma ferramenta inigualável para acabar com a violência e a pobreza. A diversidade cultural, a maior força que temos como país, faz visíveis os invisíveis porque coloca a grandeza das civilizações em escala humana e cotidiana. Por isso, a cultura se situou no centro das políticas de bem-estar deste governo.

A política cultural do Estado mexicano baseia seu trabalho em três princípios fundamentais: a inclusão, o reconhecimento à diversidade e a defesa das liberdades. Estes princípios são também valores centrais promovidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que dispôs na Conferência Intergovernamental de Políticas Culturais, Mondiacult 2022, um dos trabalhos mais ambiciosos e com maior transcendência para as políticas culturais do século XXI.

A política cultural do Estado mexicano baseia seu trabalho em três princípios fundamentais: a inclusão, o reconhecimento à diversidade e a defesa das liberdades.

A humanidade se encontra em um momento crucial, marcado por enormes desafios como a enorme brecha de desigualdade, conflitos armados, mudança climática ou a pandemia de Covid-19. Ante estas circunstâncias, os países buscaram atender as necessidades básicas de sua população e, ao mesmo tempo, garantir a sustentabilidade social e econômica.

Tempos difíceis para a cultura

Nos momentos mais agudos da pandemia, a Secretaria de Cultura do Governo do México deixou claramente demonstrado que seu afazer a nível das comunidades é uma ferramenta para a ativação do tecido social, a comunicação e, sem dúvida, de apoio à saúde pública.

Mediante a cultura foi promovida uma integração intrafamiliar em todas as regiões do país, foram brindadas ferramentas informativas nos meios de comunicação públicos, ampliada a oferta educativa e de circuitos culturais e fomentada participação de mais pessoas, em especial da infância, com atividades lúdicas. A cultura resultou ser um espaço de conciliação, informação, reflexão e paz. Brindou-nos mais música, literatura e cinema, facilitou a nossa participação em redes sociodigitais, blogs ou podcasts para fazer o confinamento mais ameno: uma cura para a alma.

Nesta crise sem precedentes, o setor cultural foi o primeiro a deter suas atividades e o último em retomá-las. Então buscou-se uma maneira na qual os artistas voltaram a se encontrar com seus públicos em espaços com protocolos seguros, para que assim, o bálsamo que a cultura foi nesta época de crise adquiria mais importância na agenda global de desenvolvimento. Temos certeza de que a cultura pode reconstruir a confiança, dissipar o medo e refazer a comunidade.

A cultura pode reconstruir a confiança, dissipar o medo e refazer a comunidade nos momentos de crise

Dada sua enorme importância real e estratégica, durante esta administração se decidiu fazer da diplomacia cultural um dos eixos de ação da nossa política exterior com a visão de promover a diversidade de manifestações culturais do país, abrindo maiores oportunidades para a sociedade, ao mesmo tempo que, para melhorar a imagem do México no mundo.

México, sede da Mondiacult 2022

Em 1982, o México foi sede da Conferência Mundial sobre as Políticas Culturais (Mondiacult), encontro convocado pelo Governo do México em colaboração com a UNESCO, onde assistiram ministros e ministras de cultura de todo o mundo para definir a rota de navegação das políticas culturais que conhecemos atualmente.

Neste ano 2022 cumprem-se quatro décadas daquela decisiva conferência e, novamente, o México voltará a ser anfitrião deste importante foro mundial. Diferentemente da primeira edição do Mondiacult, hoje o mundo vive uma mudança cultural sem precedentes, o que gera uma grande oportunidade para colocar a cultura no centro das políticas de desenvolvimento sustentável.

A Segunda Conferência Mundial de Políticas Culturais aplanará o caminho para a plena integração da cultura como um bem público global, e com isso, o estabelecimento de uma pedra angular para um melhor futuro para a humanidade.

A Segunda Conferência Mundial de Políticas Culturais aplanará o caminho para a plena integração da cultura como um bem público global

Ao entrar na última década de ação para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, a UNESCO e seus Estados membros, junto com a comunidade cultural chegaram ao consenso de estabelecer um roteiro de aspirações comuns em torno às políticas culturais e fazer frente aos desafios globais para perfilar as prioridades imediatas e futuras do setor.

Nas três dimensões do desenvolvimento sustentável: a econômica, a social e a meio ambiental, a cultura cumpre uma função específica para sua consecução, uma vez que contribui notavelmente ao desenvolvimento econômico dos países; é um veículo de inclusão social e construção de cidadania; enquanto a gestão cultural contemporânea, as políticas e as práticas culturais de nosso tempo deverão estar ligadas de maneira multidimensional ao binômio indissolúvel: natureza e cultura.

categorías:

Cultura Desenvolvimento Desenvolvimento sustentável Diplomacia cultural Especial Cultura e Desenvolvimento Interculturalidad México Onda Destacada Onda País


Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información
Recibe una alerta cuando esté disponible un nuevo especial temático sobre la cooperación en Iberoamérica en nuestro portal somosiberoamerica.org
* campo requerido
Idioma

Secretaría General Iberoamericana usará la información que nos proporciones en este formulario para estar enviarte actualizaciones del portal Somos Iberoamérica e información relacionada.

Puedes darte de baja en cualquier momento haciendo click en el enlace del pie de nuestros emails.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.