Histórias

Umas sementes muito poderosas e muito democráticas

Apesar de que comer seja um dos hábitos que mais repetimos ao longo do dia e do aumento de interesse que experimentamos ao redor da alimentação, este continua sendo um campo onde ainda nos falta muito por compreender.

Um desses aspectos é de onde vêm os alimentos que comemos e, se fechamos um pouco mais o ângulo, de onde vêm e como são as sementes que dão lugar aos alimentos que comemos.

Ao redor desta incógnita que milhões de pessoas que vivem nas cidades partilham, a equipe Sementes Poderosas perseguiu  durante o Laboratório Ibero-americano de Inovação Cidadã de Rosario, (Argentina), e lutou por melhorar as sementes que os agricultores e agricultoras da zona usavam.

“Trata-se de uma tecnologia de peletização de sementes, um processo para fazer um recobrimento com materiais orgânicos ou ecológicos que permitam prolongar a vida das sementes e melhorar a eficiência de germinação e de estabelecimento de plantas para as hortas”, conta Lucía, integrante do projeto.

categorías:

Agricultura Cidadania Destacado Histórias Inovação Inovação Cidadã Tecnologia


Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información
Recibe una alerta cuando esté disponible un nuevo especial temático sobre la cooperación en Iberoamérica en nuestro portal somosiberoamerica.org
* campo requerido
Idioma

Secretaría General Iberoamericana usará la información que nos proporciones en este formulario para estar enviarte actualizaciones del portal Somos Iberoamérica e información relacionada.

Puedes darte de baja en cualquier momento haciendo click en el enlace del pie de nuestros emails.

We use Mailchimp as our marketing platform. By clicking below to subscribe, you acknowledge that your information will be transferred to Mailchimp for processing. Learn more about Mailchimp's privacy practices here.