Cuarto Sector

Novas empresas para um novo mundo

O mundo está presenciando a aparição de uma nova geração de empreendedores e modelos de negócio que, se bem aspiram alcançar o benefício e a rentabilidade financeira, também querem contribuir a solucionar alguns dos maiores desafios sociais, econômicos e meio ambientais aos que nos enfrentamos.

São as empresas do Quarto Setor, e a cada ano são criadas milhões delas no mundo com diferentes nomes e modelos: iniciativas de economia circular, empresas B, cooperativas, mutualidades, sociedades laborais, empresas de comércio justo, os bancos éticos.

Segundo o reporte As empresas com propósito e o auge do Quarto Setor na Ibero-América, recentemente apresentado pela Secretaria-Geral Ibero-americana e realizado na Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México, Portugal e Espanha, a Ibero-América já conta com 170.000 firmas que, além de benefício, buscam ter um impacto social e meio ambiental positivo. Estas companhias empregam 10 milhões de trabalhadores ao ano em nossa região.

O auge das empresas sociais ocorre em um momento em que a população da Ibero-América se mostra cada vez mais preocupada pelos problemas meio ambientais e sociais.

Uma pesquisa efetuada em 11 países (Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Equador, Espanha, México, Panamá, Peru e Portugal) pela Secretaria-Geral Ibero-americana no marco de seu projeto do Quarto Setor, mostra que os ibero-americanos preocupam-se com a mudança climática (68%) quase tanto como a desigualdade (75%) e mais de 85% acredita que as empresas sociais que contribuem a mitigar estes problemas deveriam receber mais apoio dos governos.

Assim, a Ibero-América se encontra especialmente posicionada para aproveitar o imenso potencial que o Quarto Setor encerra: uma região jovem, audaz, criativa e de natureza empreendedora onde os cidadãos são conscientes dos desafios e exigem que os governos, e empresas sejam parte da solução.

Para isso, será imprescindível mobilizar a colaboração institucional e público-privada, gerar visibilidade e apoio para o Quarto Setor, desenvolver políticas que promovem estes novos modelos de negocio e de investimento, aumentar as oportunidades educativas e de formação para profissionais e líderes do Quarto Setor, e finalmente desenvolver nodos locais e regionais para acelerar o desenvolvimento do Quarto Setor na Ibero-América.

Bem desenvolvidas, as empresas do Quarto Setor ajudarão a solucionar os principais desafios de nossa era, permitindo-nos cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para o ano 2030- e os cidadãos, os novos consumidores, estão a demandar isso.

 

categorías:

Agênda 2030 Cuarto Sector Destacado Tema destacado

Solicitamos su permiso para obtener datos estadísticos de su navegación en esta web, en cumplimiento del Real Decreto-ley 13/2012. Si continúa navegando consideramos que acepta el uso de cookies. Aceptar | Más información